Cerimônia de posse da nova diretoria do Seeb é marcada por discursos impactantes e integração

Cerimônia de posse da nova diretoria do Seeb é marcada por discursos impactantes e integração

A cerimônia de posse da nova diretoria do sindicato foi marcada pela emoção, orgulho e participação da categoria e de outras entidades representativas que, unidas, celebraram o fortalecimento do Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia em mais um final de triênio cheio de lutas, desafios e vitórias.

Em um discurso impactante, a presidente reeleita Lúcia Duque convocou a categoria para as ruas, lembrando que as mais recentes perdas de direitos trabalhistas ameaçam de forma nunca antes tão alarmante a continuidade do sindicato.

Leia na íntegra o discurso de posse:

“Agradeço inicialmente:

À toda a diretoria do SEEB e representantes do Triênio 2014/2017 pelo trabalho coletivo.

Aos meus filhos Léo e Bia, minha eterna motivação de luta e persistência.

Ao meu marido Paulo pela compreensão e apoio.

A minha adorada mãe, minha fonte inspiradora de força e resistência.

Ao meu irmão querido e sobrinhos, agradeço o apoio e o carinho.

Ao amado pai Tião que, mesmo não estando entre nós, sentimos sua proteção espiritual.

Aos grandes funcionários do SEEB – Jú, Vítor, Paula, Débora e Anajara. Sem vocês o sindicato não existiria.

Ao setor jurídico competente e atuante composto por Edilma, Felipe e Rosângela.

Ao contador Josival pela sua organização e dedicação.

À Rinha Comunicação pela criatividade e qualidade nos produtos de divulgação. Um muito obrigado em nome de toda a diretoria do SEEB.

Companheiros e companheiras,

Como todos sabem, colegas, nunca estivemos tão ameaçados em nossos direitos enquanto trabalhadores e trabalhadoras.  Nossa luta em prol de uma categoria mais valorizada tem sido cada vez mais intensa e exige cada vez mais esforço e dedicação de cada um de nós. Digo “cada um de nós” porque é importante reforçar o que já deixamos claro até mesmo no nome de nossa chapa: Juntos Somos fortes! E “união e luta” devem ser as palavras de ordem para esse próximo triênio.

Desde que a Chapa “Ética, Transparência e Participação” tomou posse, em 2015, vivemos um triênio marcado pela ética profissional e humana de sindicalizados e trabalhadores que foram à luta pelos direitos de toda a categoria, pela transparência de uma entidade séria e historicamente comprometida com as causas da classe e pela participação de enfermeiros e enfermeiras conscientes de seus papéis sociais e políticos. Esses foram, de fato, os grandes sustentáculos do trabalho incessante e engajado que são as marcas reconhecidas desse sindicato.

O triênio que se seguiu, desde então, foi um dos mais difíceis que já enfrentamos.

O grande golpe que sofremos em 2015, na presidência da República foi sucedido de outros tantos que ainda vêm sendo deferidos diuturnamente contra os brasileiros e contra nossos direitos legítimos.

O último ataque feito com a recente reforma trabalhista não deixa dúvidas: somente através da luta e da mobilização conjunta nossos direitos prevalecerão. Não ao acaso, o nome dessa Chapa é tão apropriado: Juntos Somos Fortes!

Um antigo provérbio africano já dizia que “a união do rebanho obriga o leão a deitar-se com fome”. Como não associar essas sábias palavras aos dias em que vivemos? Como os trabalhadores podem continuar a se comportar como presas fáceis e inofensivas diante de predadores vorazes como os que hoje nos governam? É preciso que compreendamos, mais do que nunca, que nossa união é tudo o que temos, e que nos impulsiona.

Porque foi através da nossa união e engajamento que o SEEB seguiu lutando, nesse último triênio, contra irregularidades trabalhistas, empresas terceirizadas, contra a PEC dos gastos públicos, contra a liminar que visa restringir o trabalho dos Enfemeiros e em favor das colegas auditoras. Lutamos a favor de mais concursos públicos e das 30 horas semanais que já foram conquistadas por alguns municípios na Bahia. Promovemos ainda uma importante aproximação das bases, através de uma campanha de sindicalização dentro dos serviços.

Além disso, os últimos três anos foram marcados pelo trabalho conjunto e alinhado com outras entidades representativas da categoria como a ABEN, o COREN e demais sindicatos da Saúde.

Realizamos durante 01 ano o curso de formação sindical com o objetivo de formar novas lideranças.

Adquirimos um auditório como sendo mais um espaço pronto para organizar a política e atualizar a categoria.

Expandimos a nossa representação no interior e ampliamos nossas convenções coletivas.

Para os próximos três anos, nós precisamos manter nosso sentimento de unidade por meio de uma gestão colegiada onde todos possam contribuir de maneira efetiva para fortalecer nossa categoria, para enfrentar os novos desafios e para que possamos conduzir nossas atividades e a sobrevivência do sindicato.

Finalizo reiterando que não podemos ter medo das palavras. Precisamos falar clara e abertamente entre nós: não haverá o devido reconhecimento da profissão enquanto não garantirmos um salário digno, condições de trabalho adequadas e que respeitem as quantidades mínimas de profissionais em atendimento, nem tampouco seremos de fato valorizados enquanto não combatermos de forma definitiva a política de desmonte do SUS, dos cortes financeiros e da má gestão pública. Assim como foi demonstrado por nossa mobilização contra a liminar, precisaremos mais do que nunca fazer com que os Enfermeiros baianos se mobilizem com ainda mais frequência nas ruas.

A Saúde Pública que desejamos e os nossos direitos enquanto trabalhadores e trabalhadoras só serão conquistados a partir de uma mudança de comportamento, de uma tomada de consciência e de uma verdadeira revolução nas ruas.

Ir à luta, hoje, não é mais uma opção, é uma obrigação. Existe uma injustiça diante da qual não podemos nos calar, uma opressão frente a qual não podemos nos omitir. E é de mãos dadas, junto às Enfermeiras e Enfermeiros do estado da Bahia, que chegaremos à vitória!

Viva a enfermagem brasileira, viva a enfermagem baiana. Obrigado a todos”.

Celebração e homenagens

Os momentos emocionantes seguiram com os pronunciamentos subsequentes, como o das homenageadas da noite, Maria Luísa de Castro Almeida – Conselho Regional/BA e Maria do Carmo Brito de Moraes – Diretoria de Aposentados do SEEB, que receberam placas de homenagem aos nobres serviços prestados a Enfermagem baiana. A Associação Brasileira de Enfermagem da Bahia – ABEN/BA, o Sindicato de Saúde Público e o Conselho Regional/Paraíba também deram suas declarações na noite de posse.

Confira na galeria abaixo fotos da cerimônia de posse da diretoria do novo triênio:

 

 

Agenda da Semana

10 a 14 de Junho

10/06

 (Segunda)

(09:00) Reunião do Coletivo de Mulheres da CUT.
(14:00) Julgamento da ação correicional do SEEB contra APMI.

11/06

(Terça)

(09:00) Reunião da CISTT Camaçari.
(10:30) Mediação com a FEBASE no MPT.
(16:00) Reunião com a Uniglobal.

12/06

(Quarta)

(08:00) Conferência Municipal de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde em Lauro de Freitas.

13/06

(Quinta)

(09:00) Reunião com a gestão do Samu de Feira de Santana.
(15:00) Mediação com o Sindifiba no MPT.

14/06

(Sexta)

(10:30) Reunião com a Fesf Sus.

Confira também!

LISTA DO PROCESSO DA FUNDAÇÃO BAIANA DE CARDIOLOGIA

Processo IBR Vitória da Conquista

Abrir WhatsApp
Precisa de ajuda?
Olá! Como podemos te ajudar?