SEEB contra a violência sofrida pelos profissionais da Enfermagem

SEEB contra a violência sofrida pelos profissionais da Enfermagem

Cada vez mais temos vivido um cenário onde os prejuízos das más condições de muitos serviços de saúde que são oferecidos em todo o país não afeta somente a população que busca por atendimento: do outro lado desse problema está o profissional que, além de atender com poucos meios de prestar o devido socorro ao paciente, é muitas vezes pressionado e responsabilizado pelas falhas, chegando até mesmo a sofrer agressões verbais e físicas.
De acordo com uma pesquisa realizada pelos Conselhos Regional de Medicina e Enfermagem de São Paulo (Cremesp e Coren-SP, respectivamente), quase 60% dos médicos e cerca de 55% dos enfermeiros já haviam sofrido algum tipo de violência no trabalho.
Acredita-se que o principal fator que contribui para esse quadro reside na sobrecarga do sistema público de saúde, nas más condições de atendimento com quantidade insuficiente de médicos, baixo estoque de medicamentos, aparelhos e leitos, falta de fiscalização dos locais de trabalho, pouca capacitação profissional e insuficientes campanhas informativas.
Além disso, considerando que a Enfermagem costuma estar na linha de frente do atendimento, o fato de ser uma classe composta majoritariamente por mulheres se torna mais um agravante para o quadro de desrespeito.
Por essa razão, o COFEN lançou no mês de maio desse ano a campanha “Respeito na Veia”, para tratar de um assunto que necessita de mais debates e resoluções efetivas.
E, com a chamada “não descuide de quem cuida”, o SEEB endossa também um movimento com os mesmos fins de sensibilização e conscientização, levantando em todas em todas as suas redes a questão para ser discutida.
É preciso que não nos calemos diante desse cenário, nem tampouco podemos nos intimidar. Participe das campanhas em sua instituição e entre em contato com o Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren) e com o Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia quando necessário, para denunciar alguma agressão sofrida. Juntos somos mais fortes!

Agenda da Semana

27 de Maio a 01 de Abril

27/05

 (Segunda)

(14:00) Reunião com a Fesf Sus.

28/05

(Terça)

(10:00) Audiência Pública em Feira de Santana.

29/05

(Quarta)

(08:30) Audiência de conciliação com a FBC na Justiça do trabalho.
(09:30) Reunião com a Fesf Sus.
(10:15) Audiência na 2ª VT de Alagoinhas com IBDAH.
(14:00) Reunião com a CUT/BA.

30/05

(Quinta)

(30/05) – Feriado.

31/05

(Sexta)

Recesso.

01/06

(Sábado) 

Fórum Popular de Saúde de Feira de Santana.

Confira também!

SAÚDE NÃO É MERCADORIA! Trabalhadores da rede privada de saúde iniciam campanha para cobrar melhores condições de trabalho à Hapvida

PROCESSOS GERIR

Abrir WhatsApp
Precisa de ajuda?
Olá! Como podemos te ajudar?