DECISÃO: Obrigatória a contratação de Enfermeiro como Responsável Técnico em emergência

DECISÃO: Obrigatória a contratação de Enfermeiro como Responsável Técnico em emergência

A Sétima Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, por unanimidade, deu provimento à apelação do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren/BA) contra a sentença, da 3ª Vara Federal da Seção Judiciária da Bahia, que julgou improcedente o pedido do Conselho, parte autora, que objetivava compelir o Órgão Gestor de Mão de Obra do Trabalho Portuário dos Portos de Salvador e Aratu (Ogmosa) a contratar enfermeiro para atuar em ambulatório de atendimento de emergências.

Em suas alegações recursais, o demandante sustenta que a lei exige a presença de enfermeiro como responsável técnico em ambulatório, exercendo a supervisão dos trabalhos realizados pelos técnicos e auxiliares de enfermagem.

Ao analisar a questão, o relator, desembargador federal Hercules Fajoses, destaca que o art. 11, inciso I, alínea “l” da Lei nº 7.498/86 é expresso ao determinar que cabe ao enfermeiro, privativamente, os cuidados diretos de enfermagem a pacientes graves com risco de vida.

Assim, por se tratar de ambulatório de atendimento de emergência, o entendimento do desembargador é que a hipótese em questão se subsume à norma prevista no art. 11, inciso I, alínea “l”, da Lei nº 7.498/1986.

O magistrado ressalta, ainda, que o técnico e o auxiliar de enfermagem são profissionais de apoio das equipes de saúde, como preconiza a lei, e não podem atuar como substitutos do enfermeiro.

Nesses termos, o Colegiado, acompanhando o voto do relator, deu provimento à apelação para determinar à instituição Ogmosa a contratação de enfermeiro como responsável técnico em sua unidade ambulatorial.

Processo nº: 0017571-66.2007.4.01.3300/BA

Data de julgamento: 29/11/2016
Data de publicação: 03/02/2017

Agenda da Semana

27 de Maio a 01 de Abril

27/05

 (Segunda)

(14:00) Reunião com a Fesf Sus.

28/05

(Terça)

(10:00) Audiência Pública em Feira de Santana.

29/05

(Quarta)

(08:30) Audiência de conciliação com a FBC na Justiça do trabalho.
(09:30) Reunião com a Fesf Sus.
(10:15) Audiência na 2ª VT de Alagoinhas com IBDAH.
(14:00) Reunião com a CUT/BA.

30/05

(Quinta)

(30/05) – Feriado.

31/05

(Sexta)

Recesso.

01/06

(Sábado) 

Fórum Popular de Saúde de Feira de Santana.

Confira também!

Processo IBR Vitória da Conquista

SAÚDE NÃO É MERCADORIA! Trabalhadores da rede privada de saúde iniciam campanha para cobrar melhores condições de trabalho à Hapvida

Abrir WhatsApp
Precisa de ajuda?
Olá! Como podemos te ajudar?